sábado, 3 de novembro de 2012

Resenha: Ravenland



RAVENLAND – Nevermore (2012)
Aprox. 17 min.
Nota: 10.0


Tendo surgido em meados de 1996 e praticando um som voltado para o Gothic Metal (mas não se limitando somente a esse estilo), a Ravenland sempre se mostrou extremamente profissional e versátil. A banda acaba de lançar seu mais novo EP, intitulado “Nevermore”, que é o primeiro com a nova vocalista, Juliana Rossi. Mantendo suas influências, as composições do novo EP vão bem além do puro Gothic Metal, apresentando uma sonoridade mais voltada para o Rock e Heavy Metal em várias passagens. 

Começando por "Nevermore", a faixa-título, que é uma ótima música, temos uma energia muito boa, transmitida a cada passagem. Todo o instrumental possui arranjos muito bem compostos, soando bem pesados e ao mesmo tempo melódicos (agradavelmente melódicos!). Banes mostra-se um grande guitarrista, esbanjando versatilidade e técnica a cada acorde. 

A cozinha, a cargo de João Cruz (baixo) e Fernando Tropz (bateria), reforça o que todos os que acompanham a banda já sabem: os caras são fera! Com muita pegada, eles sabem como se situar na composição, de forma a captar o ouvinte. Vale destacar ainda nessa faixa os efeitos do teclado, que foram muito bem feitos. 

"Sad Afternoon" é aquele tipo de som que você ouve e, ao sair de casa, já está cantando pelas ruas, pois é uma faixa contagiante, altamente indicada para fãs de baladas gothic (e para 'não-fãs' também!). "Memories"  e "Regret" têm uma pegada incrível, lembrando bastante bandas góticas como Evanescence.

Durante toda a execução do EP "Nevermore", o que se percebe é mais um belíssimo exemplo de que bandas nacionais têm muita qualidade e merecem ser ouvidas sem preconceito. Portanto, baixe agora mesmo o EP e ouça!


Faixas:
01. Nevermore
02. Sad Afternoon
03. Memories
04. Regret

2 comentários:

  1. Valeu pelo apoio e espaço! Espero que os leitores curtam Joaana! Muito obrigado! ;)

    Dewindson Wolfheart

    ResponderExcluir
  2. 'Magina Dewindson... Prazer em realizar a resenha de um EP tão bom! ;D

    ResponderExcluir