quinta-feira, 31 de maio de 2012

Resenha: Warpath


WARPATH – Massacre (EP 2010)
(Fábrica Sonora - Nacional)

Aprox. 34 min.
Nota: 10.0

Barulho, mas dos bons! Quando ouvi o Warpath pela primeira vez, esse foi meu pensamento imediato. Oriunda do Pará e na ativa desde 2000, o grupo mostra que cresceu ao longo de sua trajetória, praticando um Thrash de primeira qualidade, experiente e agressivo,com influências do Heavy Metal.

Logo na faixa de abertura, para mim o destaque do EP, fica evidente a competência e criatividade do grupo. A faixa tem uma estrutura variada e muito bem montada, característica essa que se segue por todo o trabalho. Mas não só isso, “Bombs with American Stamps” tem uma harmonia entre guitarras e bateria que raramente nota-se hoje em dia. O material conta com sete faixas, sendo quatro de estúdio e as outras três gravadas ao vivo (o que nem se percebe, pois a gravação destas também está ótima). As melodias são muito contagiantes, influenciadas pelo estilo old school de bandas como Death (início), Kreator e Slayer.

A dosagem entre trechos mais rápidos e os mais cadenciados dão um ar ainda mais clássico à banda, possibilitando uma audição extremamente agradável do EP. Os solos foram bem distribuídos ao longo das composições de forma a se tornarem um dos pontos mais chamativos da banda e o baixo ‘cavalgante’ à lá Steve Harris, não passa despercebido em nenhuma faixa.

Como muitas bandas de Thrash, a temática das letras aqui envolve violência social, guerras e uma pitada de ataques nucleares (!) resultando em letras fortes e muito bem escritas devo dizer. Os caras conseguiram certamente passar o recado com coerência e se continuarem nesse nível, têm tudo para conquistarem novos fãs e se tornarem um dos grandes representantes do Metal brasileiro.

Faixas:
1. Bombs With American Stamps
2. Atomic Discharge / To Kill is the Sentence
3. World’s Decay
4. Legacy of War
5. Eternal Violence*
6. Destroying Our Beliefs*
7. Tortured Until the Soul*

*Ao vivo na Radio Cultura

Nenhum comentário:

Postar um comentário